Antigamente, o Distrito de Maurício Cardoso nome dado em homenagem ao jurista, filho de Soledade, Dr. Joaquim Maurício Cardoso (Itapuca) era habitado por índios das tribos Gê e Tapuias.
De acordo com informações populares, o antigo povoamento chama-se Itapuca devido a grande quantidade de pedras moles existentes na região, depois passou a chamar-se Maurício Cardoso, porém, com o movimento para emancipação constatou-se a existência de um município com este nome, razão pela qual novamente voltarem a adotar o antigo nome: Itapuca.
Por volta de 1880, na região de Campo Bonito, pertencente ao Distrito de Maurício Cardoso, começaram a chegar os primeiros imigrantes descendentes de portugueses, entre os quais os Ferreira de Andrade, os Borges, os Taborda, e outros.
Logo após viriam os italianos e com esses a denominação da localidade: Povoado Vitória.
 No final do século XX instalou-se a primeira leva de imigrantes italianos.
Uma das versões é de que a origem do nome é indígena: Ita = Pedra, Puca = Podre.
 A sede do município, foi muitas vezes chamada de Itapuca Brava, porém este nome só aparece na Comissão de Terras, sendo que nunca foi o nome oficial da localidade.